Saturday, 8 April 2017

Os Cariocas 1951

Os Cariocas were signed by Radio Nacional in December 1945, as soon as they recorded their first 'demo' for the national broadcaster. 

Revista do Radio printed this article on its issue no. 94 - 26 June 1951 - in which they have a little talk with Ismael Neto, who was working at the offices of Radio Nacional. 

Ismael tells how Os Cariocas came to be. How he dreamed of forming a vocal group like Bando da Lua and Anjos do Inferno since he were a child. How his father Severino had always been against his plans but ended up helping him. His father asked his friend Radamés Gnatalli, the musical director of Radio Nacional to give the boys a chance and that was it!

Os Cariocas are Ismael Neto, his younger brother Severino Filho, Emanuel Barbosa Furtado aka Badeco, Jorge Quartarone aka Quartera and Waldyr Prado Viani.  

Os Cariocas in the early 1950s: Waldyr, Badeco, Quartera, Ismael & Severino.


Localizamos Ismael Neto na sala de ensaios da Radio Nacional, ao lado de Nestor de Hollanda, onde trabalhava num samba com o título de ‘Seu nome não é Maria’, que será gravado por Dick Farney. Procuramos Ismael para falar sobre Os Cariocas, de quem é o chefe e fundador. 

Desde a infância que eu sonhava com um conjunto musical. Organizava reuniões na beira das calçadas e com uma flauta de bambu dirigia pitorescos shows. Eu gostava também de pintura e desenho, mas musica vinha primeiro. Quando apareceram mais 4 rapazotes com a mesma ideia, nasceu o conjunto. Cantávamos as músicas do Bando da Lua e dos Anjos do Inferno. A coisa ia bem e, embora nossos pais se opusessem tenazmente àquele divertimento que nos roubava horas de estudo, um dia nos apresentamos no programa 'Papel Carbono' da Radio Clube. 

Badeco, que já é quase um arquiteto, faz questão de frisar: 'Não esqueça de dizer que somos da Tijuca'. O conjunto nasceu na rua Hadock Lobo, 217. Jorge, o Quartera, que possui um fino senso de humor, sugere a afixação de uma placa histórica no prédio onde o conjunto nasceu.


Na segunda vez que nos apresentamos no Papel Carbono, conseguimos o primeiro lugar, o que encheu de orgulho ao meu bondoso pai, que era do contra, mas tornou-se à favor. Ele era muito amigo do maestro Radamés Gnatalli e pediu-lhe que nos facilitasse a gravação de um disco.

Radamés prontificou-se a atender e combinamos o dia da gravação, que seria feita aqui nos estúdios da Radio Nacional. Chegado o dia, cantamos. Estávamos certos que apenas gravaríamos um disco para o meu velho pai e executamos a música com toda naturalidade. Acontece, porém, que, naquele tempo, na Radio Nacional, a gravação de um disco constituía um teste, o que ignorávamos. Estou certo que se soubéssemos o que fazíamos , teríamos ficado nervosos e talvez hoje não estivéssemos aqui.

Haroldo Barbosa ouviu a gravação e no outro dia fomos contratados. Isso foi em Dezembro 1945 e até agora, aqui estamos. Já gravamos inúmeras músicas e nossos últimos discos são ‘Tim-tim por tim-tim’, de Haroldo Barbosa e Geraldo Jacquese ‘Caminho errado’, de Paulo Marques e desse seu criado.

'Correio da Manhã' 19 February 1956; Os Cariocas perfom in Sao Paulo 18 March 1956.
'Correio da Manhã' 15 March 1956; Hortência Jessé debuts with Os Cariocas, 2 months after Ismael's death.
Os Cariocas soon after Ismael Neto's demise in 1956.
When Ismael Neto died on 31st January 1956, his sister Hortência Silva took his place with Os Cariocas.
three members of Os Cariocas on the foreground; Antonio Carlos Jobim, João Gilberto & Vinicius de Moraes further back at Au Bon Gourmet in 1963.  
Severino Filho, Quartera, Badeco & Luiz Roberto in 1966.
1966.
1964.

No comments:

Post a Comment