Sunday, 22 May 2016

Cauby Peixoto as seen by Jeanette Adib 1957

Jeanette Adib was one of the first Brazilian journalist to try and understand the smear campaign promoted by a vulgar segment of disgruntled males who tried in every way to throw ridicule and defamation on the public figure of popular singer Cauby Peixoto who came into national prominence around 1956 at the same time Elvis Presley was revolutionazing the American scene.

Miss Adib tries to understand what was the matter with so much hatred and jealousy on the part of those 'regular guys' and the whole phenomenon. It is interesting to realize that she was pretty smart and made a lot of sense in her analysis. 


Agora ele foi tentar a sorte nos Estados Unidos - mas parece que o cantor brasileiro está encontrando forte barreira por parte dos aficionados do rock'n'roll - e quem ainda está ditando as ordens é o gingador Elvis Presley. 


Uma verdadeira avalanche de mulheres corre frenética atrás do cantor que arrebata os corações femininos com sua voz cheia de ternura e romantismo. Louras, morenas e escurinhas, disputam a atenção do cobiçado astro. Cauby é o dono de um dos maiores públicos femininos que comparece aos seus programas, em massa, e, talvez, em virtude dessa preferência, um pequeno público masculino tem se revelado desfavorável ao ‘melhor cantor de 1956’. Esse lado negativo, procura atingir objetivos poucos recomendáveis, no que concerne a integridade moral do rapaz. Visam, principalmente, colocar em jogo a masculinidade do espetacular cantor. Os boatos maldosos vão-se espalhando como uma praga tremenda, e aumentando de boca em boca (como habitualmente acontece), comprometendo de certo modo, sua reputação de artista. A época é das calúnias (em todos os setores), e quando alguém consegue ter o cartaz de Cauby, os despeitados ‘fabricam’ logo a novidade, com o propósito de ridicularizar a ‘vítima’.

O caso de Mr. Cauby Peixoto é perfeitamente explicável. Sendo o queridão das mulheres de todos os tipos, tamanhos e raças, ele passou a ser invejado por homens sem grandes qualidades (físicas e morais), que não conseguem pegar nem resfriado, quanto mais um mundo de garotas apaixonadas. Por sua vez, Cauby é indiferente a esses venenosos ataques. Houve um efeito contrastante em toda essa história. Planejou-se com tais calúnias, levar o cantor ao ridículo e fazê-lo perder sua invejável posição no radio. Aconteceu precisamente o contrário: as calúnias fizeram de Cauby um mártir, despertando em suas fãs um sentimento de proteção, apoio e mais amor. E, de dia para dia, cresce a sua popularidade.

Ele é tão perseguido pelas mulheres, que um terno tem a duração de máxima de um dia, pois quando elas o avistam na rua, é a conta! Todas querem agarrá-lo ao mesmo tempo, para se apossarem de uma ‘lembrancinha’ bem pessoal. A roupa fica em tiras: um pedacinho para cada uma. Na porta do apartamento de Cauby Peixoto, era comum amanhecerem várias jovens que pernoitavam na calçado do edifício, com o propósito de esperarem a saída do cantor. E, lá se ia outro terno novo! As mais discretas, rabiscavam-lhe a porta de batom, com declarações de amor, nomes, endereços, telefones etc. Aquilo já não era mais porta. Parecia uma dessas arvores que os namorados escrevem seus nomes e desenham corações. Cauby só encontrou uma saída para isso: mudar-se para um hotel onde a vigilância é rigorosa. Não entra ninguém sem ser previamente anunciado!

SE OS DESMAIOS FOSSEM PAGOS

Muitos dizem que algumas freqüentadoras de auditórios eram pagas para desmaiar a cada interpretação de Cauby Peixoto, a fim de provocar onda de publicidade sobre o seu nome. Abordando o caso com seu empresário, ele explicou-nos que o negócio não passou de uma piada dita por brincadeira. Numa roda de artistas, todos elogiavam a publicidade que ele vinha fazendo para Cauby. O empresário, então, disse em tom de pilhéria: ‘É... nessa campanha só falta botar umas meninas para desmaiar...’

O referido empresário conclui: ‘... Na verdade, desmaiaram até hoje, três (espontaneamente), e todos pensaram que as tivesse pago para isso. Ora, se eu quisesse fazer esse movimento, não iria pagar só três desmaios! Pagaria logo uns trezentos!

Enquanto os boatos correm, verídicos ou inverídicos, Mr. Cauby Peixoto torna-se cada vez mais famoso. Uma prova disso, é que ele acaba de ser contratado pela NBC, para atuar em radio e TV, por três anos.

Enquanto os boatos correm, verídicos ou inverídicos, Mr. Cauby Peixoto torna-se cada vez mais famoso. Uma prova disso, é que ele acaba de ser contratado pela NBC, para atuar em radio e TV, por três anos.

Nos Estados Unidos, o cantor brasileiro tem sido elogiado pelos críticos, maestros, e, principalmente, pelo publico.



'Revista da Semana' 20 July 1957. 
Cauby Peixoto with a King... Nathaniel Cole. 

No comments:

Post a Comment